Design de Superfície

Entre os diversos nichos no qual atua, o design de superfície faz parte dos seus trabalhos. São diversas as parcerias, pensadas na necessidade de cada empresa, de forma a integrar a arte ao produto, valorizando a marca e acessibilizando  a arte através de diversos segmentos.

Integram seu currículo a criação de estampas, reprodução de obras e design próprio direcionados à aplicação de produtos e superfícies. Sapatos, bolsas, caixas, tecidos e até mesmo a plotagem de vagões do trem estão entre seus projetos.

Uma outra forma de exposição da sua arte, que rompe com a idéia de que só podemos fruir o trabalho dos artistas em espaços tradicionais como as galerias, são as inserções que realiza no design de produtos calçadistas e nas suas embalagens. As caixas de sapato, que já foram tema de muitos dos seus trabalhos, agora estão trazendo imagens dos seus quadros. Ariadne também faz experiências, em parceria com a indústria Território Nacional e as redes de lojas Dunes-SP e Adrielle-BA, para o uso de seus trabalhos na preparação das superfícies estampadas, na fabricação de bolsas e calçados. Ariadne faz questão de assinar cada um dos pares, vendo nisso um vínculo importante com toda a sua produção artística. Em função dessa característica, trata-se de um produto altamente diferenciado.

 

A chegada do trem ao centro de Novo Hamburgo  trouxe a ligação rápida entre Novo Hamburgo e a capital, uma conexão que ampliou o mercado de trabalho, o acesso à cultura, o crescimento comercial, as possibilidades de utilização do parque da FENAC, além, é claro desafogar o trânsito da BR 116. O trem chegou em Novo Hamburgo trazendo esperança, confirmando possibilidades e concretizando aspirações antigas.  Há muito a cidade sonhou com novas perspectivas, com realizações concretas. Esta primeira chegada assumiu um significado todo especial, uma conexão com a esperança no futuro. A proposta em envelopar (adesivar) os vagões com a reprodução de obras de Ariadne Decker. Os temas escolhidos foram “Pacotes de flores com  jornais” e “Sapatos”. O primeiro, uma homenagem à cidade através de pacotes de flores coloridos envoltos em jornais que trazem as notícias, os significados, os desejos e as esperanças com a chegada do trem e o segundo, o símbolo, a imagem  da cidade, sapatos em quantidade de produção:

 “Vendo e lendo sobre a felicidade das pessoas com a chegada do trem naquela época e agora, me dei conta da importância deste momento. O trem não só facilita o transporte de passageiros, mas também possibilita conexões com a arte, com a cultura, com novas oportunidades de trabalho e de lazer. Então pensei que os próprios vagões poderiam ser transformados em arte. Produzi as duas telas especialmente para a plotagem”, diz a artista plástica. O primeiro quadro é uma homenagem à cidade através de pacotes de flores coloridos envoltos em jornais que trazem as notícias, os significados, os desejos e as esperanças com a chegada do trem e, o segundo, o símbolo da cidade, sapatos em quantidade de produção.”

Para não dizerem que só falei de flores.jpg
metro imagem sapatos.jpg
5estampa pacotes de floresbrancas.jpg